Terça-feira, 9 de Junho de 2009

Energias Renováveis poderiam gerar 100% da electricidade da UE em 2050

 A conclusão é de peritos alemães que defendem que, a curto-prazo, se deve deixar de investir nas tradicionais centrais eléctricas alimentadas a carvão e nas centrais nucleares apostando no uso eficiente de fontes renováveis.

 

No entanto, um requisito fundamental para garantir a produção a partir de fonte renováveis é a modernização das redes eléctricas e dos acumuladores para compensar as oscilações na produção de electricidade a partir de fontes instáveis como o vento ou a energia solar, afirmou o Hohmeyer.  O investigador também adverte que “dada a longa vida das centrais eléctricas, as decisões em política da energia de hoje determinarão o panorama dentro de 40 anos” . Deste modo, e uma vez que segundo o SRU é possível produzir toda a energia a partir de fontes renováveis em 2050 é necessário tomar a decisão de adaptar as redes Europeias agora. E o caso Alemão apoia este raciocínio: o governo declarou no fim de 2005 que em 2010 12,5% da electricidade seria produzida a partir de recursos renováveis e hoje a Alemanha já excedeu esse objectivo atingindo os 15,1%.

 

(Fonte: Inter Press Service)

  

Documentos Recomendados

Energy Efficiency - Key pillar for a competitive, secure and environmentally friendly European Energy Policy

Energy Management and the Environment: Challenges and the Future

 

Segundo Olav Hohmeyer, Professor de Economia da Energia na Universidade de Flensburg, na Alemanha, “O que alguns governos Europeus, como é o caso do governo Alemão, estão  a fazer ao autorizar a construção de novos geradores a carvão é errado porque tais centrais travam a expansão e o uso eficiente instalações de geração de energia renovável”.

 

Por outro lado, o Conselho Alemão de Aconselhamento sobre Ambiente (SRU em alemão) afirma que para travar o Aquecimento Global os países industrializados têm de reduzir as suas emissões de gases de efeito estufa em pelo menos 80% até ao ano 2050 e esta redução implica, necessariamente, a desactivação progressiva das centrais que emitem dióxido de carbono, como é o caso das alimentadas a carvão. Deste modo é essencial aumentar o investimento das energias renováveis.

sinto-me: com esperança
tags:
publicado por anokas às 16:14
link do post | comentar | favorito
1 comentário:
De Mariana a 28 de Julho de 2009 às 13:42
Na revista GINGKO deste mês li um artigo interessantíssimo que me elucidou bastante acerca das energias alternativas, nomeadamente as energias solar e eólica. Entre outras coisas, fiquei a saber que Portugal está na vanguarda das energias alternativas e que é o décimo maior produtor mundial de energia eólica (mas se considerarmos em termos relativos, tendo em conta a área do país e a população, passa a ser o quarto maior produtor mundial). Para quem quiser, penso que ainda vão a tempo de ler a reportagem porque acredito que a revista ainda está nas bancas e, para além destes, tem também outros artigos relacionados com a sustentabilidade ambiental bastante interessasntes. Recomendo!

Comentar post

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Novembro 2009

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

.posts recentes

. Mudança de site

. PRÓXIMO EVENTO OXIGÉNIO

. Energias Renováveis poder...

. Visitem este blogs e deix...

. Portugal 5% acima do limi...

. Primeira evacuação de uma...

. Galp Share

. Eco-gestos no quotidiano

. Voluntariado Ambiental

. Video sobre o Ambiente

.arquivos

. Novembro 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

.tags

. todas as tags

.links

blogs SAPO

.subscrever feeds